Geografia



O CLIMA

O município de Primavera de Rondônia apresenta, segundo a classificação de Köppen, um clima do tipo Aw – Clima Tropical Chuvoso com média climatológica da temperatura do ar durante o mês mais frio superior a 18°C (megatérmico), e um período seco bem definido durante a estação de inverno, quando ocorre na região um moderado déficit hídrico, com índice pluviométrico inferior a 50mm/mês. A média anual da precipitação pluviométrica (Figura 2) varia entre 1.800 e 1.900 mm/ano e da temperatura do ar entre 23,5 e 26°C, sendo as médias de máxima e mínima anuais 31,5ºC e 22,5ºC respectivamente. O município de Primavera de Rondônia está localizado na região tropical, próximo a linha do Equador e é influenciado pelo efeito moderador da temperatura do ar causada pelas águas que cortam e cercam a região. Seu clima é caracterizado por apresentar uma homogeneidade espacial e sazonal da temperatura média do ar. O mesmo não ocorre em relação à precipitação pluviométrica, que apresenta uma variabilidade temporal, e em menor escala espacial devido aos diferentes fenômenos atmosféricos que atuam no ciclo anual da precipitação.

Os principais fenômenos atmosféricos ou mecanismos dinâmicos que provocam chuva na região são:

•      Convecção diurna originada da evapotranspiração local – resultante do aquecimento das superfícies de água, floresta e vegetação, associada aos fenômenos atmosféricos de grande escala tais como, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), e as Linhas de Instabilidade (LI).

•      Convecções diurnas associadas aos efeitos da Alta da Bolívia (AB) – A Alta da Bolívia é um anticiclone que se forma em alto nível da atmosfera (200hPa) durante os meses de verão e situa-se sobre o altiplano boliviano

Outros aspectos que devem ser considerados no clima da  micro região do município de Primavera de Rondônia são os efeitos do desmatamento e das queimadas, que em grande escala, num longo período de tempo, podem provocar mudanças na qualidade do ar e no clima regional e global.

Em micro escala, o aumento do aquecimento na superfície e no ar causado pelo desmatamento das florestas modifica o balanço de energia solar. Como conseqüência ocorre uma redução na taxa de evapotranspiração, no fluxo de calor latente, e na precipitação local, visto que a radiação solar absorvida pela superfície é menor nas áreas desmatadas do que em áreas de floresta. Embora não haja, para a região, estudos que quantifiquem as variáveis que caracterizem a qualidade do ar sabe-se que o desmatamento associado às queimadas, seja em macro ou em micro escala, modifica o balanço de CO2 na superfície e na atmosfera, diminuindo a atividade inata da floresta no ciclo de absorção e liberação de CO2.

 

RECURSOS HÍDRICOS

O município de Primavera de Rondônia faz parte da Bacia Hidrográfica do Rio Ji-Paraná, nos afluentes da margem esquerda e é servido pelos afluentes do Rio Ji- Paraná ou Machado: que composto pelos Rios Antônio João, Marreta, Uiemerê, São Pedro e Arara. Sendo relevante destacar-se a existência de lagoas naturais de água cristalina.

A nascente do Rio Ji-Paraná está localizada na Chapada dos Parecis, atravessando Rondônia no sentido sudeste-norte sendo este o rio mais extenso do Estado. Torna-se calmo e navegável na planície amazônica num percurso de 800km

 

HIDROGEOLOGIA

Pode-se considerar duas situações distintas no que diz respeito à existência de águas subterrâneas:

a) Formações porosas – depósitos arcósico-argilosos.

b) Formações fissuradas- áreas com permeabilidade

Existem áreas argilosas que impedem a percolação da água, e que as tornam pouco produtivas. As formações geológicas de Primavera de Rondônia que apresentam melhor produtividade aqüífera são as formações fissuradas e que são determinantes não só, na sustentação de atividades econômicas, na fixação de pessoas e ainda do ponto de vista ambiental e ecológico.

 

FLORA

A vegetação é a Amazônica sendo caracterizada como perinófila e subcaducifólia, típica da Amazônia Ocidental.  Embora apenas 2,7 da área possui vegetação natural, em Primavera há ocorrência de pontos de floresta ombrófila aberta submontana com cipós e de cerrado.

 

FAUNA

O abandono das práticas agrícolas tradicionais resultantes do despovoamento verificado nas últimas décadas contribuiu para degradação da qualidade do habitat das espécies, constituindo uma ameaça real a alguns valores da fauna. A fauna do Estado de Rondônia caracteriza-se por anfíbios, quelônios, crocodilianos, lagartos e serpentes. Registram-se no município de Primavera de Rondônia a presença de aves, sapos, cobras, pássaros e alguns mamíferos. O impacto ambiental causado em função do desmatamento e queimadas para pastagens e agricultura restringiu as oportunidades de recursos (alimentos, locais de abrigo e reprodução) a esses animais e interromperam o ciclo natural da cadeia biológica.

As consequências são: perda do abstrato arbóreo, diminuição das presas, espécies invasoras, e perda da serrapilheira. Verifica-se nas pastagens, a invasão da cigarrinha e outras pragas, em consequência da ausência de inimigos naturais.

A manter-se o presente cenário, as espécies nativas se distanciarão da região, havendo descontrole biológico.

 

 

SOLOS

Os solos predominantes na região de Primavera de Rondônia são:

 

  • Argissolos - solos constituídos por material mineral, que têm como características diferenciais a presença de horizonte B textural de argila de atividade baixa, ou alta conjugada com saturação por bases baixa ou caráter alítico. Há os solos eutróficos (saturação por bases > 50%) na maior parte dos primeiros 100 cm do horizonte B.     
  • Cambissolos Háplicos Eutróficos - Solos constituídos por material mineral com horizonte B incipiente subjacente a qualquer tipo de horizonte superficial e com caráter carbonático ou com horizonte cálcico em um ou mais horizontes, dentro de 120cm da superfície do solo.
  • Neossolos - Solos pouco evoluídos constituídos por material mineral, ou por material orgânico com menos de 20 cm de espessura, não apresentando qualquer tipo de horizonte B.
  •  

 

GEOLOGIA

No município de Primavera de Rondônia as unidades geológicas são: Pedra Redonda, São Felipe, Arenito-folhelho, Folhelho-calcário e Migrantinópolis, paragnaisse.

 

RELEVO:

O município de Primavera de Rondônia apresenta altitudes de acima de 250 metros. Na área central do município a existência de colinas no divisor de águas entre o rio Antônio João e o rio Uiemerê.

 

POPULAÇÃO

Ao longo dos últimos anos caracterizou-se temporariamente por uma relativa estabilidade. Não obstante, na última década, conforme Censo IBGE houve uma perda substancial do contingente populacional.

07-Dados e localização

 

 

 

Prefeitura Municipal de Primavera de Rondônia. Todos os direitos reservados.
© DATAFull Tecnologia.
Acesso Restrito